Minha estranha fórmula de felicidade: casar com o ex

Minha estranha fórmula de felicidade: casar com o ex

Dia 17 de agosto de 2019 comemoro meu primeiro aniversário de casamento, selado aos 50 anos, depois de ter casado com o mesmo homem mais de uma década atrás (foto). Deixa eu explicar essa história inusitada! Há mais de 18 anos vivo um romance internacional que começou em Cuba, aonde fui no ano 2000, pela segunda vez, graças a uma ajuda da universidade espanhola na qual fazia meu doutorado. A instituição pagou a estada na…

Leia mais ...

Comemore aniversários: crie memórias positivas e minimize mágoas

Comemore aniversários: crie memórias positivas e minimize mágoas

Como se não bastasse o inferno astral e a crise da meia idade, a proximidade do meu 50º aniversário, em 2018, encheu-me de dúvidas. Faço festa? Organizo tudo ou contrato equipe? Neste caso, gastaria as economias da viagem… Valeria mesmo a pena torrar grana para reunir família e amigos?  DJ é básico para animar a galera, seria caro? Elaborar uma lista de convidados exigiria jogo de cintura, sem falar que muitas pessoas não iriam  (apesar de…

Leia mais ...

Festival do Japão animará jardins do Palácio

Festival do Japão animará jardins do Palácio

Nos dias 3 e 4 de agosto, os jardins do Museu Histórico de Santa Catarina sediarão a quinta edição do Tanabata Matsuri, festival do Japão no estado. Haverá comidas típicas, venda de artesanato e produtos japoneses, apresentações e oficinas. Se for como em 2018, quando eu pirei com a feira, você vai sair de lá com algum exemplar da arte japonesa, tradicional ou moderna. Em 2019 estão previstas as seguintes atividades: taikô (tambores japoneses), matsuridance…

Leia mais ...

Viaje depois dos 60, 70, 80…

Viaje depois dos 60, 70, 80…

Nada me ensina mais na vida do que viajar. Não houve doutorado nem ninguém que me aportasse tanto quanto ter estado em 70 países (aproximadamente), pouco se comparado aos mais de 100 conhecidos pelo meu pai, Wilmar Dallanhol. Com um detalhe importante: ele viaja a bordo de sua cadeira de rodas. Meu pai foi comemorar na França seu 78º aniversário e o 80º da minha mãe, Olga Maria. Confesso que temi por quedas, mas eles…

Leia mais ...

A resposta que nunca dei às inconvenientes referências à minha idade

A resposta que nunca dei às inconvenientes referências à minha idade

“Você devia ser bonita quando jovem”. Isso ouvi de um ilustre desconhecido que tinha mais ou menos a minha idade,  51 anos. Ele praticamente me chamou de feia e velha,  do  nada, enquanto eu malhava para manter minha autoestima alta…Tomada de surpresa por aquele comentário infeliz e deselegante,  nada me ocorreu para dizer na hora. Afastei-me do cara que perdeu excelente oportunidade de ter ficado calado. Eu também havia ficado sem palavras quando me chamaram…

Leia mais ...
1 2 3 4 5